Passagens Aéreas Dicas » Passagens » Viaje para Europa gastando menos

Viaje para Europa gastando menos

A Europa é um dos destinos mais procurados por pessoas de todo o mundo, mas nem todas essas pessoas tem as condições financeiras necessárias para esse roteiro, certo? Não! Confira neste artigo como conhecer o velho continente gastando pouco dinheiro.

     

Este post foi elaborado especialmente para você que sempre sonhou em conhecer o continente europeu, mas nunca teve coragem por que acreditava que era muito caro. É aí que você se engana! Para fazer uma viagem bacana sem comprometer o orçamento ou voltar cheio de dívidas é preciso apenas se programar com alguma antecedência, de forma que seja elaborado um roteiro econômico, que não seja complicado ou desconfortável.

  1. Escolhendo a data

Se esta é uma viagem que por natureza já é cara não é recomendável fazê-la na alta temporada onde os preços de todos os produtos e serviços estão mais salgados. Por isso a importância de se programar previamente, nos meses entre março e maio e setembro e novembro, além de ser baixa temporada, o clima no continente também é mais agradável, o que pode facilitar os passeios pelas cidades.

  1. Pesquise bastante

Existem vários sites que trabalham com a venda de pacotes de viagens, passagens, estadias em hotéis, pousadas e hostel. Ter paciência para analisar todos e escolher a melhor opção para o seu bolso é essencial para quem pretende economizar. Procure conversar com outras pessoas que já fizeram o mesmo roteiro que você, pois elas poderão dar dicas de restaurantes, lanchonetes, lavanderias e outros estabelecimentos necessários.

Pessoas caminhando pelas ruas européias.

Pessoas na Europa.
(Foto: Reprodução)

  1. Conexões

Muitas vezes as pessoas pensam que um vôo com conexões longas pode ser cansativo, mas essa é na verdade uma excelente oportunidade para parar em uma cidade e conhecer um pouco dela. Por exemplo, se o seu vôo é para Paris, você pode escolher uma companhia área que tenha uma conexão de dois dias em Porto, assim, antes de chegar ao seu destino final você teve a oportunidade de conhecer outros lugares sem pagar mais por isso.

  1. Utilizando trens

Aqui no Brasil não é muito comum o uso de trens para andar de uma cidade a outra, porém, como os países na Europa são bem pequenos em comparação ao Brasil, é possível atravessar de um país a outro utilizando esse meio de transporte. Outra vantagem do trem é fazer uma viagem noturna, na qual é possível aproveitar para dormir e economizar uma diária em hotel, caso prefira viajar durante o dia, você poderá vislumbrar paisagens estonteantes que em um vôo não teria a oportunidade.

  1. Alimentação e compras

Na Europa não existem os famosos PF’s (pratos feitos), mas ainda assim é possível encontrar restaurantes e lanchonetes com preços acessíveis. O segredo é procurar feiras e mercados locais, assim o viajante pode escolher o que quer comer analisando o preço de cada alimento e preparando a sua própria comida.

Trazer lembrancinhas para os familiares também não é uma boa ideia, gaste seu dinheiro somente com o essencial, caso chegue nos últimos dias de viagem e tenha sobrado mais do que você planejou, gaste o dinheiro com o que bem entender, mas somente nessa situação. O governo europeu recomenda que o turista tenha em média 60 euros para gastar por dia durante uma viagem para não passar sufoco.

Confira a seguir então a lista das cidades mais baratas para se conhecer na Europa gastando pouco dinheiro, vale lembrar que é claro que é possível encontrar cidades interioranas mais baratas, entretanto, as que destacamos são cidades conhecidas pelas suas belezas e atrativos  turísticos e que estão em qualquer roteiro de viagem pela Europa.

  • Varsóvia (Polônia)
  • Istambul (Turquia)
  • Riga (Letônia)
  • Budapeste (Hungria)
  • Sarajevo (Bósnia e Herzegovina)
  • Cracóvia (Polônia)
  • Belgrado (Sérvia)
  • Sofia (Bulgária)
  • Kiev (Ucrânia)
  • Bucareste (Romênia)

Textos Relacionados:


Quer comentar ?